Menu principal

Notícias

O Boletim Eletrônico da Sociedade Brasileira de Química tem como objetivo divulgar informações de interesse nacional relacionadas com ciência com ênfase em química, incluindo a divulgação de notícias, de oportunidades e de eventos. Não são publicadas opiniões pessoais, nem notícias de caráter regional. O Boletim é enviado para e-mails cadastrados e publicado na página da SBQ na internet e no facebook. Quando solicitado, também publicamos no twitter. Para fazer a sua contribuição, acesse o formulário

O Boletim é um informativo semanal gratuito lançado todas as quintas até às 11h. O fechamento da edição ocorre às quartas às 16h. Contribuições que chegarem depois dessa hora serão publicadas na semana seguinte. Quando quinta for feriado no munícipio de São Paulo, o Boletim irá sair na quarta e o processo acima será adiantado em um dia. Para receber o Boletim basta fazer a inscrição, neste link.

A Secretaria de Ciência, Tecnologia, Inovação e Desenvolvimento Social anunciou que paga, nesta segunda-feira, as bolsas atrasadas referentes aos meses de maio e junho da Faperj, das universidades estaduais (Uerj, Uenf e Uezo), do Cecierj e do Hospital Pedro Ernesto. (O Dia) » 

The Division of Chemical Education's International Activities Committee (DivCHED IAC) funds a travel award in the amount of $2000 to support either a U.S. DivCHED member who wishes to present and fully participate in an international chemistry education conference or an International DivCHED member who wishes to attend an ACS National meeting.

Uma carreira científica promissora de um lado e a maternidade, do outro. Depois de concluir o pós-doutorado e tomar posse como professora adjunta do Departamento de Biologia Molecular e Biotecnologia da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), Fernanda Staniscuaski percebeu que seria um bom momento para investir em um outro projeto: a maternidade.

Não há chance de atraso das bolsas de estudo do CNPq (Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico), uma das principais agências de fomento à pesquisa científica do país, mesmo que, para evitar esse problema, seja necessário realocar recursos dentro do MCTIC (Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações), ao qual a agência está vinculada. (Folha de S.Paulo)

Inscrições para o Kurt Politzer estão abertas até 31 de outubro nas categorias pesquisador, start-ups e indústria

A necessidade de se investir em ciência e em tecnologia foi propagada feito um mantra pela professora Helena Nader, enquanto presidente da Sociedade Brasileira pelo Progresso da Ciência (SBPC), durante três mandatos consecutivos (2011 a 2017).

A sabedoria, a experiência, a energia e os ideais dos anciãos e dos jovens são vitais para a realização dos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODSs), disse na terça-feira (1) o secretário-geral da ONU, António Guterres, afirmando que juntos eles podem ajudar a quebrar os ciclos de pobreza que têm durado gerações.

As nações que adotam políticas efetivas de ciência, tecnologia e inovação (CT&I) costumam investir entre 2% e 4% do Produto Interno Bruto (PIB) nessas áreas. Não é o caso do Brasil, que jamais chegou perto de 2%, tendo ficado em torno de 1% ou um pouco mais.