Menu principal

Notícias

O Boletim Eletrônico da Sociedade Brasileira de Química tem como objetivo divulgar informações de interesse nacional relacionadas com ciência com ênfase em química, incluindo a divulgação de notícias, de oportunidades e de eventos. Não são publicadas opiniões pessoais, nem notícias de caráter regional. O Boletim é enviado para e-mails cadastrados e publicado na página da SBQ na internet e no facebook. Quando solicitado, também publicamos no twitter. Para fazer a sua contribuição, acesse o formulário

O Boletim é um informativo semanal gratuito lançado todas as quintas até às 11h. O fechamento da edição ocorre às quartas às 16h. Contribuições que chegarem depois dessa hora serão publicadas na semana seguinte. Quando quinta for feriado no munícipio de São Paulo, o Boletim irá sair na quarta e o processo acima será adiantado em um dia. Para receber o Boletim basta fazer a inscrição, neste link.

Bacharel e doutorando em Química pela Universidade de São Paulo (USP) e atualmente se especializando em perícia criminal, Wilson Akira Ameku, desenvolveu em sua pesquisa dispositivos capazes de auxiliar a polícia científica a rastrear a distribuição de cocaína. Chamado de Sers-ePAD, o artefato – feito à base de papel – é portátil e de baixo custo.

A diretoria da AUREMN gostaria de compartilhar com a comunidade da SBQ o prêmio CAPES de Tese na área de Química concedido ao Dr. Flávio Vinícius Crizóstomo Kock (Foto abaixo) orientado pelo Dr. Luiz Alberto Colnago. » Veja mais...

Quem são os cientistas mais conhecidos no mundo? Você saberia, de cabeça, nomear uma mulher que foi importante para a ciência? Sabe quem é Hedy Lamarr? E sabe que, além de atriz de Hollywood, ela também foi essencial para o desenvolvimento da tecnologia de Wi-Fi que conhecemos hoje?

Pesquisadores brasileiros descobriram em uma reserva da Mata Atlântica uma larva de mosquito capaz de emitir luz azul – algo inédito na América do Sul. » Veja mais...

O uso da palha da cana-de-açúcar na produção de energia elétrica e de etanol de segunda geração (2G) tem sido apontado como uma forma de aumentar a geração de bioenergia sem ampliar a área plantada. » Veja mais...

Em artigo publicado no Faseb Journal, pesquisadores do Cepid Redoxoma liderados pela professora Alicia Kowaltowski, do Instituto de Química (IQ) da USP, demonstraram que modificações na morfologia, isto é, na forma da mitocôndria, organela que é considerada como a usina de força das células, alteram sua capacidade de absorção e retenção de cálcio.

Um pesquisa desenvolvida há cinco anos pode ser decisiva para o tratamento da leishmaniose em humanos. » Veja mais...

A burocracia é um dos gargalos para o desenvolvimento científico e tecnológico nacional. » Veja mais...